Facebook YouTube Contato

(In) Continência

Publiquei ontem meu palpite sobre quem seria o Coronel Mostarda na remota possibilidade de uma conspiração política por trás da delação assada pelo famigerado Joesley. Está aqui: Jogos de criança 1 – Detetive.

Curiosamente, Rodrigo Maia enviou ofício ao Palácio do Planalto pedindo que a Força Nacional, integrada por policiais e reservistas, garantisse a ordem. Quem sabe num ato falho, o Presidento entendeu Forças Armadas e botou o Exército na rua.  Ato contínuo, Renan Calheiros disse que “Se esse governo não se sustenta –é verdade, ou não é–, não serão as Forças Armadas que vão sustentar esse governo. E não dá para passar para o país a ideia de que o governo de Michel Temer vai dar certo por causa do Legislativo. Seria muita pretensão dizer isso. Vai dar certo ou vai dar errado por seus gestos”.

Isso não acontecia desde que, a ditadura militar, em seus estertores, derrotou na Câmara a emenda Dante de Oliveira, que previa a volta das eleições diretas para presidente. A rua estourou e os quartéis reagiram. O resto da história esta freguesia conhece.

Eco 92, Copa do Mundo, Jogos Olímpicos, leilão de petróleo, parada do Sete de Setembro e quaisquer outras passagens de tropas do Exército por uma cidade brasileira foram programadas, não cabendo paralelo.

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments