Facebook YouTube Contato

Impichado e excomungado, Tucanos expulsos da suruba, Exata e precisamente

Impichado e excomungado

Contam que a Mae West chegou ao teatro num casaco de mink daqueles que seriam o sonho da doutora Ancelmo. Impressionada, a moça da chapelaria suspirou: – “Meu Deus!” E a Mae: – “Deus não tem nada com isso, querida”.

Quando o Presidento juntou na mesma fala uma possível participação Divina na sua chegada à Presidência à ilações sobre a conduta do Procurador Geral e aos benefícios imaginários que seu governo fétido proporciona à economia, me lembrei da atriz e escritora americana.

Se os parlamentares do Brasil não cumprirem seu papel de expulsar os vendilhões do Palácio do Planalto, que o façam os cardeais do Vaticano.

Tucanos expulsos da suruba

Sabe-se lá como foi o comportamento dos casais na arca de Noé. Mas supõem-se que todos aqueles que sobreviveram ao Dilúvio navegaram com o mínimo de urbanidade.

Tanto tempo depois o exemplo não é seguido pela descendência. No barco furado que governa o Brasil desde que a pinguela ruiu com o peso da boiada, os tucanos da cabeça branca escolheram permanecer no valhacouto da suruba e manter no timão o primeiro comandante da História denunciado como corsário-mor.

Com tal comportamento se aproximam de um vexame histórico. Desagradam ao mesmo tempo a tripulação que já vê quatorze milhões de homens ao mar e os piratas que comandam a suruba nos camarotes.

Daí vem a lembrança do ator gaúcho Paulo Cesar Peréio, aquele que admite já ter sido expulso de suruba por mau comportamento.

Exata e precisamente

O guru dos tucanos para assuntos econômicos, Armínio Fraga, disse ao Canal Livre que não acredita em recuperação da economia sem que a doença atual seja controlada. Que ninguém se engane: ele afirma, exata e precisamente, que a doença é política, não econômica. Aos 29 anos recém completados, o PSDB adotou uma artimanha daqueles muito entrados nos anos: ouvido seletivo.

 

 

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments