Facebook YouTube Contato

Cerveja e cidadania

O maior crowdfunding da história começou nos Estados Unidos. Uma associação cervejeira do estado do Colorado lançou uma campanha para arrecadar a US$ 213 bilhões com o objetivo de comprar a AB InBev, dos brasileiros da Ambev.

É um chiste, reconhece a Brewers Association, que promete só realizar as intenções de doação se a captação atingir o valor total. Mas a ideia original é séria. Querem salvar as cervejas artesanais das garras do gigante enquanto é tempo.

Apesar de improvável, é capaz que a presença esmagadora da companhia nos Estados Unidos, sobretudo bulindo com cerveja, tenha despertado a atenção dos americanos para o Brasil. Eles podem continuar chutando que a nossa capital é Buenos Aires, mas devem saber o que foi feito das nossas marcas históricas –  Bohemia, Serra Malte, Original, Brahma, Antarctica – e querem evitar o drama.

A tradução livre de crowdfunding para o português falado no Brasil é vaquinha. Considerando que o modelo de negócio da Ambev é o equivalente a botar água no leite para aumentar a margem de lucro, chega a ser emblemático. Pena que para a gente é tarde. Com o 3G, nossa vaca já foi pro brejo.

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments