Facebook YouTube Contato

Olhos nos olhos

O prefeito João Doria abandona a cidade de São Paulo comparando a quebra de suas tantas juras à separação de um casal. Logo ele, que há um ano, em período apaixonado, mantinha um talk-show virtual chamado Olho no olho, já desprezado. Agora começa a fase Olhos nos olhos, como a canção de separação do Chico Buarque, com os versos emblemáticos: “Quando você me deixou, meu bem / Me disse pra ser feliz e passar bem / Quis morrer de ciúme, quase enlouqueci / Mas depois como era de costume, obedeci / Quando você me quiser rever / Já vai me encontrar refeita, pode crer / Olhos nos olhos, quero ver o que você faz / Ao sentir que sem você eu passo bem demais / E que venho até remoçando / Me pego cantando / Sem mais nem porquê / E tantas águas rolaram / Tantos homens me amaram / bem mais e melhor que você / Quando talvez precisar me mim / Você sabe que a casa é sempre sua, venha sim / Olhos nos olhos, quero ver o que você diz / Quero ver como suporta me ver tão feliz”

Curiosodade: a canção foi inspirada numa história do Mario Prata, sogro da Julia Duailibi, que entrevistou o prefeito na edição desta manhã do Cafe com Jornal da TV Bandeirantes.

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments