Facebook YouTube Contato

Notas sobre a Copa

Primo Philippe está com tudo. Marcou o primeiro e o segundo da seleção na Rússia. Como diria meu pai, dois Coutinho é biscoutinho. Família sacudida. É Maju na previsão do tempo, Laerte no cartum… No surfe somos um clã: Luana, Lapo, Elsior Lapo, Ordilei.

Acordei cedo e espremi dois quilos de laranja da Bahia, aquela do umbiguinho de fora, como o Braguinha cantou saudando a garota da comuna de Saint-Tropez. Sem dúvida é a melhor laranja. Bebemos, minha Neguinha e eu, como na lua de mel em Portugal, misturado com um bruto, ou brut, como dizem na França. A mistura se chama “mimosa” e é perfeita para o café da manhã.

Neymar Jr. marcou mas não convenceu. Mete vergonha no Brasil. Mas nem tanto. Quando ele tentou cavar o pênalti e o árbitro deu, a torcida comemorou. Farsa desfeita pelo VAR, pude ouvir protestos na vizinhança e ver a decepção da arquibancada. Isso diz muito sobre a brava gente brasileira. Lamentável. Definitivamente os representantes que estão em Brasília são o extrato fiel da Nação.

Nas redes sociais, naturalmente sobra gozação. Mas nenhum meme foi mais falado do que o vídeo da b. rosa. A gente precisa parar com esse tipo de brincadeira. Igual a qualquer processo de mudança cultural, será demorado, mas é fundamental. E aqui faço autocrítica: achei graça nos memes que surgiram a partir do caso. Quer dizer, isso está em mim. E, se não tivesse nascido com a sorte de detestar andar em bando, quem garante que eu não faria a mesma coisa que aqueles infelizes? Já dizia o Nelson Rodrigues que a torcida é uma massa, tem espírito próprio e anula o indivíduo. À menina russa, minha solidariedade e a esperança de que o constrangimento pelo qual ela passou sirva para fazer a humanidade pensar.

Copa do mundo é um evento de globalização, assim como Fórmula 1 e jogos olímpicos. Elites convivendo em harmonia transnacional sob regras comuns, para mostrar a toda gente que é possível. De novo, eu sei, demora, mas é inegável que avançamos.

As fotos oficiais das seleções provam. Fora casos extremos como Argentina e Japão, a maior parte das demais delegações são etnicamente plurais: França, Rússia, Áustria, Marrocos, Nigéria, Kuwait, Croácia, Inglaterra, Alemanha, Portugal, Suécia. Estou até pensando em fazer um álbum para comemorar. E os Estados Unidos não terem se classificado mas ganharem a sede de 2026 em conjunto com México e Canadá foi uma bola linda nas costas do abjeto Donald Trump. Tem força para derrubar muro.

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments