Facebook YouTube Contato

Moneytalks

A regra é clara: moneytalks. Não é papo de roqueiro, contracultura, nada disso. É o princípio de todo e qualquer player do mercado. Quer dizer o seguinte: a fé das pessoas em relação às apostas que fazem é proporcional às fichas que elas botam sobre a mesa.

No DataCoco (minha pesquisa matinal depois de correr no parque, ouvindo turma do mercado financeiro ainda sob o efeito da endorfina), Geraldo Alckmin é o candidato predileto. Em apuração direta ou lendo a grande imprensa, verifico a mesma coisa.

Mas uma olhada rápida sobre os cheques assinados até agora prova que o desejo está bem distante do compromisso. 98% de todo dinheiro que entrou na conta do tucano até o dia 11 de setembro veio do fundão eleitoral.

Na vaquinha virtual Bolsonaro é líder disparado, com mais de R$ 1 milhão. Lula (Haddad) vem colado, acima de R$ 800 mil. Alckmin tem por volta de R$ 60 mil.

E a região tradicionalmente azul do mapa eleitoral brasileiro, Sul e Sudeste, escolhida como trincheira do primeiro turno pelo ninho tucano, ruiu. Em São Paulo, Bolsonaro lidera. No Paraná, Beto Richa está preso. No Rio Grande do Sul, estado da vice Ana Amélia, o PP, partido da vice Ana Amélia, rompeu com o PSDB e perfilou Bolsonaro.

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments