Facebook YouTube Contato

Fernando Collor ensina

Uma tia querida repete a lição há décadas: o que você não aprende em casa, com carinho, vai aprender na rua, na pancada.

Claro que há exceções, gente que não aprende nunca. Exemplo: alguém que, ferido de faca, horas depois posa no hospital fazendo gesto de armas de fogo com as mãos.

Mas de modo geral o infortúnio ensina, e o exemplo vem de alguém que, entre os inúmeros defeitos, não se encontra o da burrice: Fernando Collor de Mello desistiu da candidatura a governador das Alagoas. Justificativa: falta de aliados.

Em seu lugar, conforme o prazo que se encerra amanhã, o palanque da oposição a Renan Filho no estado deve ficar com um candidato do PSDB, que apoiava Collor daquele jeito envergonhado. Mas isso é secundário.

A lição de Collor serve à corrida nacional. A disputa pela Presidência tem cinco candidatos ao centro declaradamente preocupados com o interesse público e obviamente preocupados com os próprios índices de intenção de voto: nenhum alcança dois dígitos.

Apostar numa virada como se deu em 2014 é imprudente. Naquela época a turma acreditava no Aécio e no PSDB. Isso acabou. Henrique Meirelles tem dinheiro, tempo de TV e equipe de comunicação de excelência – mas que não pode fazer milagre.

Marina Silva tem história, recall, Eduardo Jorge é o melhor vice e a chapa tem o melhor desempenho no segundo-turno. Mas a equipe de campanha não consegue sequer botar um frame na televisão dizendo “para deputado vote 18”.

Álvaro Dias segue às voltas com o pantone capilar para o próximo debate e João Amoedo parece decidido a morrer virgem.

Acima do grupo, com dois dígitos, só Ciro Gomes, que apresentou a melhor ideia de urgência para a economia até agora, o vulgarmente chamado SPCiro, também aparece bem no segundo-turno. Mas não tem apoio, continua boquirroto e terá que suar para conter o crescimento de Haddad no nordeste lulista.

Senhora e senhores, pelo amor dos filhinhos desta pátria, entendam-se. O prazo para combinar novas alianças é de 24 horas.

 

 

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
2 Comments  comments 

2 Respostas

  1. Adriana Leal

    Como sempre preciso!!! Você é uma esperança! Obrigada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>