Facebook YouTube Contato

Fraude e fakenews 2018 – dez dias que podem durar anos

A pedido da campanha de Fernando Haddad, o TSE se coçou e abriu investigação para apurar indícios de caixa-dois na campanha de Jair Bolsonaro, por compra de disparos de mensagens de WhatsApp em massa, conforme denúncia da repórter Patrícia Campos Mello, da Folha de São Paulo.

Sendo esta eleição a xepa da eleição de 2014, vale lembrar que naquele ano o PSDB pediu a cassação da chapa Dilma-Temer/PT-MDB. Segundo Aécio Neves, “só para encher o saco”.

O processo rolou por anos e, ao cabo, o PSDB quis desistir da ação, porque já tinha ajudado a derrubar Dilma e se acertado com Temer. O julgamento foi aquela patacoada de triste memória, que custou caro ao país.

Digo isso para lembrar que se o TSE não falar logo, faltando dez dias para a eleição e pouco mais de dois meses para a posse do candidato que for eleito, perpetuaremos a crise por anos. Então sejam céleres. Se for o caso de aplicar o artigo 222 (!) do Código Eleitoral, que seja logo.

Também para lembrar ao PT que, se há realmente vontade de esclarecer todos os indícios de fraude nas eleições, o partido deveria ter feito o mesmo pedido sobre a eleição em Minas Gerais, porto que lá foi derrotado no primeiro turno e a campanha de Romeu Zema do partido Novo está citada na matéria da Folha.

A Fernando Haddad eu lembraria que não tem cabimento um candidato a presidente dizer que “basta prender um empresário que vão entregar a quadrilha toda”. Isto é sórdido. Pior prática possível, notadamente para o Estado, para a Justiça, que existem para proteger, não para coagir.

Tão sórdido quanto Jair Bolsonaro não ir a debates nem dar entrevistas coletivas por estratégia, considerando que “já está com a mão na faixa”. E se, como tudo indica, vestir a faixa em 2019? Continuará em silêncio ignorando a imprensa e o contraditório?

Ainda a Jair Bolsonaro eu lembraria que as hashtags #CaixaDoisDoBolsonaro e #Bolsolão passaram o dia inteiro na liderança mundial dos trend topics, de modo que não responder objetivamente sobre as denúncias, dizendo que o PT não entende de apoio “espontâneo” por sempre ter comprado apoio, é tão vexaminoso quanto ele fugir dos debates sobre o Brasil que a sociedade gostaria de assistir.

A esta freguesia, eu lembraria que tudo isso ainda vai piorar muito.

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments