Facebook YouTube Contato

O presente de Israel para o Nordeste

O embaixador de Israel Yossei Shelley apresentou informalmente suas credenciais ao presidente eleito Jair Bolsonaro.

Nos conta o Ancelmo Gois, d’O Globo, que na visita o embaixador anunciou a intenção de seu governo em bancar a instalação de uma usina piloto de dessalinização de água do mar no Nordeste.

80% da água consumida em Israel vem do mar e a maior planta de dessalinização do mundo é deles.

Para o Brasil a notícia pode ser boa. Não falta água salgada no nordeste e alternativas para a seca são sempre bem-vindas.

Porém, igual a todo problema complexo, esse não tem solução fácil. O primeiro é logístico: a seca maltrata mais o sertão e o mar está no litoral. Levar água aonde ela falta, com ou sem sal, aumenta ainda mais o já alto custo da dessalinização.

Entre as capitais que sofrem com a seca, Fortaleza já tem um plano de PPP para dessalinização e a gestão do governador reeleito Camilo Santana, do PT, promete lançar o edital até dezembro.

Este é o segundo problema e ao mesmo tempo ótima oportunidade. Bolsonaro perdeu a eleição nos nove estados do Nordeste. Para aceitar a oferta israelense, terá que conversar com um governador da oposição. Para ganhar o presente, pelo menos um dos governadores terá que conversar com Bolsonaro.

O terceiro é ambiental: o que fazer com os resíduos do processo? A concentração de sal na água que fica não pode ser dispensada de qualquer jeito, sob risco de genocídio da fauna marinha.

Mesmo Israel enfrenta problemas sérios com a dessalinização. Diplomático, tendo que combinar com a Jordânia e observar a Palestina; ambiental, cultural e turístico, com o Mar Morto, que perdeu um terço do volume que tinha em 1960, correndo risco de morrer de verdade; estrutural e ambiental, com o plano de transposição de águas do Mar Vermelho para salvar o Mar Morto demorando para sair e incertezas sobre o impacto que causaria.

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>