Facebook YouTube Contato

Educação? É a mãe!

Gente com os pés no chão merece aplausos. E a maneira como alguém reage a aplausos é um dos melhores indicativos para saber se esse alguém está com os pés no chão.

Portugal está sob aplausos da OCDE pela consistente melhora nos seus índices de Educação. Desde que o Pisa, teste que o chamado “clube dos países ricos” aplica sobre ciências, leitura e matemática começou a ser feito, nos anos 2000, a Terrinha avança um “bocadinho”.

Importante notar que nesse meio tempo Portugal sofreu fortemente com a crise econômica mundial de 2008 e é um dos países menos ricos do clube dos ricos.

O segredo para a melhora constante não foi grande investimento financeiro e tampouco algum plano mágico para o currículo. O que levou os portugueses de quinze anos de idade ao resultado acima da média da OCDE foi apostar além da escola, isto é, na comunidade escolar, espacialmente as mães e as crianças de zero a seis anos, c nos conta a repórter Carolina Pezzoni, da BBC Brasil.

Antonio Gomes Ferreira, sendo diretor da Faculdade de Psicologia e Educação da Universidade de Coimbra, é obviamente alguém que pela profissão e pelo posto merece celebrar o resultado e os aplausos. Só que não. Mantém os pés no chão, afirma que há muito a fazer e baixa a bola geral “O Pisa traduz uma boa evolução, mas não uma boa colocação: Portugal está apenas ligeiramente acima da OCDE, ocupando um lugar apenas mediano”.

E o professor Gomes Ferreira vai além, atribuindo o êxito nacional às mães dos alunos: “O indicador que mais influencia o rendimento escolar é a educação e a escolarização da mãe.”

Ainda: “”Se temos hoje mães mais educadas e mais encorajadas, é natural que tenhamos crianças mais capazes de se inserir na escola, de se envolver e de evoluir na escola.”

Mais: “Os países que apresentam melhores resultados educacionais são aqueles que são mais coesos socialmente, e geralmente são também sociedades menos violentas, mais eficientes, mais igualitárias, com mais qualidade de vida e bem-estar.”

Fico me perguntando como o Brasil espera resolver os problemas de Educação insistindo nesse modelo onde os filhos dos ricos são criados por babás e os filhos das babás são criados por ninguém.

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments