Facebook YouTube Contato

Rolé internacional do constrangimento aleatório

01)

Na segunda-feira Damares Alves foi à Suíça discursar na ONU. Finda a apresentação, a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos reuniu-se com jornalistas e, emocionada, reclamou da chacota que sofre no Brasil pela história de Jesus na goiabeira: “Era uma menina de 10 anos em cima de um pé de goiaba querendo morrer. Eu sei o que é ser menina no Brasil. E quando falo que o Brasil ganhou o título de pior país da América do Sul para ser menina, um dos motivos é o abuso. Eu fui vítima do abuso. Eu sei o que estar no colo de um algoz. Eu sei o que é estar no colo de um pedófilo.”

Na terça-feira Jair Bolsonaro foi à Foz do Iguaçu e também discursou. Na fronteira com o Paraguai, forçou a Ponte da Amizade e declarou que a hidrelétrica de Itaipu só foi possível porque “do lado de cá (paraguaio), um homem de visão, um estadista” governava, e estendeu as homenagens rendidas aos presidentes da ditadura militar no Brasil ao ditador Alfredo Stroessner, que fez o que quis durante 35 anos. Foi aplaudido.

O general Stroessner foi expulso do Paraguai em 1989. As investigações sobre abusos, tortura, desaparecimento de adversários políticos e corrupção em seu período acontecem desde os anos 1990. Inclusive seu filho Gustavo foi processado por corrupção, peculato e venialidade.

De 2016 pra cá são investigados casos de pedofilia e estupro em série cometidos pelo próprio ditador, que deflorava em média uma menina por semana. Encontradas na área rural e sequestradas por agentes da guarda presidencial, serviam ao general como escravas sexuais. Os critérios para a captura eram virgindade e idade entre dez e dezesseis anos.

Nesta quarta-feira a ministra Damares volta ao Brasil. Na agenda oficial ainda não consta audiência com o presidente Jair Bolsonaro.

02)

Na terça-feira o ministro da Educação Ricardo Vélez Rodriguéz enviou carta a todas as escolas do país pedindo que as respectivas diretorias botassem os alunos para cantar o Hino Nacional e, sem atentar para a necessidade de autorização dos pais, que fossem filmados e os vídeos enviados ao MEC. Pior: o pedido incluía a leitura de uma carta do ministro que se encerrava com o slogan da campanha eleitoral de Jair Bolsonaro.

Num levantamento rápido apurou-se que, segundo o Censo Escolar 2018, mesmo que se dispusessem a contrariar as leis brasileiras, 30% das escolas do ensino fundamental não poderiam atender ao ministro, porque não têm internet.

Nesta quarta-feira o ministro recuou admitindo o erro.

03)

Na segunda-feira o ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo foi à Bogotá, na Colômbia, para o encontro do Grupo de Lima, que busca uma solução para a Venezuela.

Perguntado pela reportagem da Globo News sobre negar diálogo com o país vizinho e manter com a Coreia do Norte, o chancelerado sacou a estopa e caprichou no brilho de suas já reconhecidas brilhantes ideias. A seu lado, um contido vice-presidente general Mourão parecia se esforçar para não rir. Em outra oportunidade Mourão insistiu em manter diálogo com os militares venezuelanos e buscar uma saída pacífica para o início da reconstrução da Venezuela, sugerindo o exílio do ditador Maduro e seu grupo mais próximo.

Na terça-feira o chancelerado fez fumaça dizendo que a imprensa não tratava a Coreia do Norte como ditadura antes desta negociar com os Estados Unidos, provando “não ser contra ditaduras, mas contra o Ocidente democrático”. Falso 1: a Coreia do Norte é tratada como ditadura há uns quinze anos. Falso 2: a Coreia do Norte sempre negociou com os Estados Unidos, mas nunca cumpriu os acordos e nada indica que agora será diferente.

Nesta quarta-feira o presidente americano Donald Trump está reunido em Hanói com o ditador norte-coreano Kim Jong-un. Na ONU, em Genebra, o chanceler venezuelano Jorge Arreaza pediu a mesma possibilidade ao governo dos Estados Unidos.

O cavalo está encilhado diante de Mourão, militar e político que já morou nos EUA e serviu na Venezuela. Sua experiência pode ser um torrão de açúcar. E Trump voltando do Vietnã, onde os EUA levaram uma surra vexatória do Supremo Exército do Povo de Gal. Giap, pode ser o chicote.

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments