Facebook YouTube Contato
Home Articles posted by Léo Coutinho (Page 100)
formats

Mulher da vida

Se a primeira intenção foi pejorativa, creio que qualquer um que parar para pensar vai decidir que o tiro saiu pela culatra. Entre os tantos sinônimos que arranjaram para ofender as operárias do amor, “mulher da vida” é para mim o mais elogioso. Ora, quem não quer ser da vida, da alegria, da brisa, da

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Amor e ódio

26/10/2012 Diz o clichê que amor e ódio são como as pontas da ferradura: parecem distantes mas está muito próximos. Para continuar em termos siderúrgicos sem sair do lugar comum, pode-se dizer que são as duas faces da mesma moeda. Os cientistas já provaram com estatísticas que a chance do ódio se transformar em amor

 
Tags:
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Notícias frescas que vêm do sul

Consta que a aristocracia inglesa contratava seus mordomos pelo formato do pé. Pela lógica, se o homem conseguiu passar pelo rigor da escola de formação de mordomos, no máximo poderia ser mais que perfeito, e sendo assim o único diferencial competitivo era poder amaciar os sapatos do patrão – salvo encontrar alguém que sinta prazer

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Idiotice

O Paulo Francis me ensinou o conceito da palavra idiota. Não foi pessoalmente, o que é uma pena, embora nem tanto, porque guardo registrado num livro delicioso que reúne um quinhão do que ele fez para a Folha. E também porque não convém conhecer de perto gente admirada: qualquer um, humanizado, perde relevância. Talvez por

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Sobre quadrilhas

Confesso que sempre senti uma invejazinha dos petistas quando eles afirmavam que eram o único partido do Brasil. O PSDB chegou ao auge muito depressa e inchou antes de crescer, trazendo para as bases figuras que sequer procuraram entender o princípio da social-democracia e outros oportunistas muito piores. O exemplo mais infeliz é o desse

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

De férias com Danuza

Talvez eu não mereça, mas mesmo assim sonho em passar umas férias quais as que a Danuza Leão desfilou numa Folha de domingo recente. Diz que alugou uma casa em Salvador, e que esta casa tinha uma cozinheira que sabia tudo de peixes, frutos do mar , dendê e leite de coco, e que além

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

É luxo só

Meu pai telefona avisando que o Matthew Shirts botou na Vejinha mais uma crônica deliciosa sobre o luxo de andar a pé. E é isso mesmo: um luxo. Um privilégio. Há quem diga que inveja da boca para fora, em função do politicamente correto, mas na prática, mesmo tendo toda possibilidade para cumprir a pé

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Boa vizinhança

A decadência começa quando a turma começa a transigir nos detalhes. Antes da Cidade Limpa era o caos, mas evidentemente aquelas placas que poluíam a paisagem urbana não nasceram de um dia para o outro. O primeiro estabelecimento da cidade deve ter botado uma placa caprichada e bonita na sua fachada e foi seguido pelos

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Esperança no bar dos cachorros

Na escola me ensinaram que eclusa é aquele equipamento instalado nas barragens dos rios, que permite aos barcos seguirem viagem mesmo ante o desnível das águas, seja à montante ou à jusante, que é quando o rio sobe pro morro ou vaza pro mar, respectivamente. O nosso Tietê querido, por algum motivo que é só

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Política e nuvens

O erro mais vulgar em relação às pesquisas eleitorais, que inclusive leva à revolta quem não sabe que está vendo errado, é acreditar nos números como se eles fossem uma profecia, a própria antecipação do resultado. Ocorre que as pesquisas não funcionam como os relógios de rua que marcam a temperatura da cidade. Estes, quando

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments