Facebook YouTube Contato
Home Articles posted by Léo Coutinho (Page 4)
formats

Três notas sobre armas

1) O presidente Jair Bolsonaro já perdeu uma arma pessoal para o crime num assalto; 2) O enteado de Fabrício Queiroz suicidou-se com a arma do padrasto em casa; 3) As armas fabricadas no Brasil são de péssima qualidade. Há relatos de policiais feridos em serviço por disparos acidentais. Num paralelo entre o governo atual

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Pátria armada, Brasil

Rufo de tambores pelo decreto armamentista de Bolsonaro. Mas o que deve sair da assinatura é um traque, ainda que aos ouvidos de quem rejeita a flexibilização soe como estrondo e, aos que esperam viver em Dallas, possa parecer chabu. O que há de mais perigoso no decreto é o brasileiro. O comentário do general

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

A Previdência e a Festa do Pijama

O governo atual aproveitou diversos militares da Reserva em sua composição. A Festa do Pijama só não é o novo Trem da Alegria porque este segue firme, como sempre, promovendo filho de vice-presidente e nomeando amigos políticos do titular e dos príncipes consortes. Por princípio, nada contra. O presidente Bolsonaro é militar, escolheu seus “pais

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Correr sob a tempestade

O vento já tinha soprado: chuva. E eu, exausto às 15h00 daquela terça-feira, sigo sem saber se não entendi o recado ou se aceitei o convite. No meu itinerário, de obrigatório, só passar no café Munik para acertar uma pendura. Aproveitei para tomar outro curto. Então deixei para trás a Zé Maria Lisboa e desci

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Michelle e Jair ao mar

Queiroz é a herança maldita que Bolsonaro deixou para o primeiro filho. Quando Flávio nasceu, Fabrício já era amigo de Jair. Puxadinho eleitoral do pai, o varão teve que guardar o esqueleto em seu gabinete na mal-assombrada Alerj. Flávio não é o único puxadinho. Seus irmãos Carlos e Eduardo também são; assim como Rogéria, mãe

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Gabrieéla, fala Gabriéla…

O processo contra Lula não é político – ou pelo menos não exclusivamente. Notadamente no caso do sítio em Atibaia, há provas para muito além do que o vulgar chama de batom na cueca para embasar a denúncia do MP. Da adega aos pedalinhos, passando por e-mails e telefonemas, chegando a camisetas de futebol e

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

O desjejum de Bolsonaro

O desjejum de Bolsonaro   Quando o então candidato Bolsonaro surgiu nas redes tomando o desjejum, tuitando, sem prato e com o célebre leite Moça direto da lata, naturalmente imaginamos que era uma peça de marketing do “homem comum”, o presidenciável igual a todo mundo, ou pelo menos a grande maioria assoberbada pelo relógio. Exemplos

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Macarronada e coletes amarelos

Dois amigos queridos, Fabinho e Betinho, ambos falecidos, disputavam com doçura dotes culinários. Lá um belo dia Betinho convidou Fabinho para comer macarrão. Pasta à mesa, o convidado provou e aprovou com uma ressalva: -       Olha, Betinho, ficou bom. Mas há um conflito geopolítico na receita. O molho à base de tomates continha carne de

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Steve Jobs e Zé Cabaré

No saudoso bar São Pedro São Paulo conheci o José Egreja. Baita figura. Usineiro e fazendeiro de cana, família de mecenas das artes, formado em arquitetura, compositor refinado e boêmio dedicado – característica que lhe rendeu o apelido de Zé Cabaré. Foi deputado constituinte, exerceu outros mandatos e, de perfil e relações aristocráticas, teve atuação

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Sobre pregos e bombas ou chimarrão para Bolsonaro

Juro por Deus que minha vontade era esperar os tais cem dias para falar qualquer coisa sobre o governo Bolsonaro. Quero morar na Barra da Tijuca se estiver mentindo. Mas até Ele há de convir que nunca antes na história de qualquer país se viu decolagem tão desastrada. Quatro míseros dias bastaram para um festival

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments