Blog do Léo Coutinho - Cultura Archive
Facebook YouTube Contato
Home Archive for category "Cultura"
formats

A bossa nova portuguesa

Às dez horas da noite do Sete de Setembro de 1964 Vinicius de Moraes estava num quarto de hotel, que dava para uma praça, que dava para toda solidão do mundo. Sozinho e em tristeza profunda, ampliada pela consciência da festa brasileira na embaixada em Paris, não muito longe do Porto do Havre, donde o

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

No jogo entre o público e o financeiro, eu torço para a cidade

Crônica publicada no projeto Esquina Encontros Sobre Cidades do Estadão Contexto: Estamos todos preocupados com o que será das lojas de rua ante o crescimento do comércio on-line. Em 2017, nos Estados Unidos, quase sete mil lojas foram fechadas, superando as pouco mais de seis mil que baixaram as portas em 2008, com uma diferença

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

O legado da copa

Ontem acabou a copa e a mensagem que ficou para além do futebol é bonita. E mesmo assim, quem entende de futebol garante que também foi uma beleza. Há quem diga que foi a melhor de todos os tempos. (Pro Brasil, nem tanto. O time não empolgou e a estrela virou chacota mundial. Para recuperar

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Parabellum

A série Presidente da Semana, produzida e apresentada pelo Rodrigo Vizeu, editor-adjunto de Poder, na Folha, é obrigatória a que pretende entender o Brasil. Chegando sempre às segundas-feiras o poscast está a cada semana mais interessante. O do Washington Luís é uma pérola. Em tempos de tentativa de proibição de sátira sobre candidatos e apelidos

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Notas sobre a Copa

Primo Philippe está com tudo. Marcou o primeiro e o segundo da seleção na Rússia. Como diria meu pai, dois Coutinho é biscoutinho. Família sacudida. É Maju na previsão do tempo, Laerte no cartum… No surfe somos um clã: Luana, Lapo, Elsior Lapo, Ordilei. Acordei cedo e espremi dois quilos de laranja da Bahia, aquela

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Senhores e escravos

O episódio sobre Hegel na série Merlí é o mais animado. Ou picante, dependendo do ponto de vista. E igual a todos os outros este consegue introduzir o pensamento dos filósofos apresentando os conflitos entre os personagens. Talvez coubesse uma música do Caetano Veloso, nego liberado que já lamentou em sua obra estar condenado a

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

De repente não mais que de repente

Crônica publicada no Esquina/Estadão em 30/05/2018 De repente não mais que de repente, você precisa aumentar a autonomia do seu carro, seja em tempo de funcionamento do motor para superar um congestionamento ou na distância que ele é capaz de percorrer. Ainda: considere que não é só você que precisa de mais autonomia, mas a

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Aspectos da paralisação – Cultura

Entre as “mais pedidas” nos acampamentos dos caminhoneiros pelas estradas não estava a Sula Miranda. Curiosamente, junto com faixas pedindo intervenção militar, cantavam Para não dizer que não falei das flores, do Geraldo Vandré, ícone da luta contra a ditadura… militar! Também foi divertido ver os carbonários pulando a fogueira e se queimando. Os mas

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Falta lirismo à tristeza atual

Achei no iPod um disco da Maysa. Mais triste que um livro inteiro da Clarice Lispector. Que alegria! Destaque para as canções da Dolores Duran e do Antonio Maria. Pela ordem inversa, Manhã de Carnaval e Noite de Paz, também conhecida como a melô do Tinoco, como carinhosamente apelidei o Stilnox. Que maravilha é encontrar

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Pode celebrar: O conservadorismo é menor do que parece

Nelson Rodrigues se dizia reacionário e a turma acreditava. Ao mesmo tempo provocava a sociedade com sua dramaturgia e literatura diária. Escandalizava a gauche e a droite. Apanhava a torto e a direito. No próximo carnaval vamos celebrar o centenário do desfile que marcou sua infância. Aos seis anos de idade, em 1919, Nelson viu

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments