Facebook YouTube Contato
Home Cultura Archive for category "Cinema"
formats

Senhores e escravos

O episódio sobre Hegel na série Merlí é o mais animado. Ou picante, dependendo do ponto de vista. E igual a todos os outros este consegue introduzir o pensamento dos filósofos apresentando os conflitos entre os personagens. Talvez coubesse uma música do Caetano Veloso, nego liberado que já lamentou em sua obra estar condenado a

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Plano Alfredo Alberto ou a desprivatização do Facebook

A semana foi puxada e minha sensação é que perdi algo, notadamente no caso do Facebook. Não tenho procuração para defende-los e muito menos honorários, o que lamento profundamente. Mas se nada me escapou, quero dizer que não entendo qual é o bode. Vejamos. Alguém criou um jogo que permitia coletar dados de milhões de

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Vida longa à Cristina da Suécia

Ainda não assisti à fita com a Greta Garbo. Nem a versão com a Liv Ulmann. E mesmo assim já sou fã incondicional da rainha Cristina da Suécia, que conheci no recente The Girl King, com uma atriz chamada Malin Buska no papel principal. Menina predestinada, nasceu peluda e com um vozeirão rouco, fazendo a

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

The Post

Entre os tantos privilégios que Deus me deu, destaco o piano. Falo em linguagem vulgar. Infelizmente, não aprendi tocar qualquer instrumento. Invejo o Casarini, que depois de velho aprendeu a tuba. E eu, que já nasci velho, deveria me dedicar. Mas como ia dizendo, minha gratidão é pela dentição. Invejável. Nunca usei aparelho nem precisei

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

O marqueteiro da rainha

Existe spoiler para a História? A rigor, não. Quem assistiu JFK e comentou com os coleguinhas que o presidente americano é assassinado, não pôde ser acusado de estragar a surpresa. Por outro lado, raras passagens históricas são tão conhecidas quanto o atentado em Dallas. Da que segue, pelo menos, eu nunca tinha ouvido falar. E

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Negroni, Netflix. dois Tarantino e o Brasil

Dos gêneros que pareciam ter caído na monotonia, faroeste e nazismo talvez se destaquem. Vá lá, nazismo é um tema, não um gênero. Mas tanto quanto o faroeste, foi praticamente esgotado, do drama à comédia, passando pelos documentários. Igual diria o professor Caldana sobre as cadeiras, caberia uma moratória entre os criadores. O George Gondor

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Notas soltas: Somalia, Suburra e Pancetti

#DoNotPrayForSomália O que impressiona mais sobre a Somália? As centenas de mortes ou o nosso silêncio? Ou a vulnerabilidade da desigualdade escancarada até nos números de óbitos de um atentado terrorista? Releve a indelicadeza, freguesa, mas rezar pelos somalis – pelo Vale do Jequitinhonha ou por Cidade Tiradentes – só ajuda a quem transfere o

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
1 Comment  comments 
formats

#SomosTodosCorleone

“Eu nunca quis isto para você. Eu trabalhei minha vida inteira, eu não peço perdão, para tomar conta da minha família. E eu recusei – a ser um tolo – dançando em uma corda, sustentado por todos esses figurões. Eu não peço desculpas, essa é a minha vida, mas eu pensei que quando fosse sua

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Carma nacional

Tenho um amigo que gostaria de ser vegano e não consegue. Adora carne. Eu não penso muito nisso. Digo sobre comer carne. De modo geral tenho comido menos, mas creio que seja um fenômeno ligado à qualidade do que há por aí. Se encontro coisa boa a preço razoável, traço sem traço de remorso. Mas

 
Tags:
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Fernandona, a redentora

Fernanda Montenegro, em entrevista ao Estadão, chamou a ditadura militar de “Redentora”. Ninguém se atreveu a um pio. Ary Oswaldo Mattos Filho, falando ao professor Humberto Dantas para o canal Um Brasil, tratou Dilma Rousseff por “presidenta”. De novo, silêncio nas galerias. Ótimos sinais. Ninguém pode imaginar que a nossa diva maior seja simpática ao

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments