Facebook YouTube Contato
Home Cultura Archive for category "Cinema"
formats

Oswaldinho e O Alienista

-       Muito prazer. Osvaldo Lara Vidigal. Todo Lara é louco, todo Vidigal é ladrão. Contam que o lendário pandego Oswaldinho Vidigal se apresentava assim, para horror da nobiliarquia paulista. Ficou famoso, entre outras façanhas, por ferver a piscina da Sociedade Harmonia de Tênis com quilos de Alka Seltzer, confundir o diabo Sérgio Paranhos Fleury botando

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Renúncia é sinal de fraqueza?

Hoje na Folha o Leandro Colon falou sobre a renúncia. Diz que criou-se no Brasil o estigma de que que renunciar é sinal de fraqueza – e que por isso o Presidento não renuncia. Está certo sobre o estigma. Mas suspeito que a teimosia –  para mim mais de um ano atrasada (memória) – seja

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Palmas para Barbara e Varella

Vira e mexe me pego entusiasmado para elogiar alguém. E é quase irresistível meter um “é o melhor”, “predileto”. Talvez seja comum de todos nós essa tendência ao superlativo. Em mim é recorrente, admito. Meu freio se chama Vinicius de Moraes. Vão dizer que o Poetinha era exagerado em tudo. Cachaça, cigarro, mulher, amizade, comida.

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

A culpa é do marqueteiro?

Quase oito minutos de perseguição. Uma sequência de fazer nego escolado grudar na cadeira do cinema. Sem dúvida está entre as melhores feitas no Brasil, incluindo a galinha do Fernando Meirelles em Cidade de Deus. E O homem nu com o Claudio Marzo. Porém trata-se da vida real, não do cinema. E foi filmado com

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Um dos motivos para os meus fracassos

Levei um pito de uma freguesa desta página que detesta o George W. Bush. Tudo porque anotei aqui elogios a sua atividade de artista plástico. Dureza. Eu também não tenho nenhum apreço pelo Bush ou seu legado político. Mas se ele é bom pintor, o que é que eu posso fazer? Arranjar defeito mesmo gostando?

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

O segredo dos seus olhos no Brasil

O segredo dos seus olhos é aquela fita argentina, tão boa quanto brava, com o onipresente e gigantesco Ricardo Darin. O que eu não sabia é que há uma versão estadunidense, Olhos da Justiça, com grande elenco. Destaque para a Julia Roberts. A cena do último encontro dela com a filha é de fechar a

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Balanço de carnaval: prós e contra

Minha terça-gorda foi na Cidade. Atracamos no Bar da Dona Onça para encerrar o carnaval. Ou pelo menos de acordo com o calendário, porque a folia continua e, provavelmente, até aumenta. Nas ruas de São Paulo o pós promete ser maior que o pré e o próprio feriado. Parafraseando o Zé do Pé, uma data

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Perfume de Mulher em Bangu

Fugir, ele não foi. Então, afinal, pra que serviram os cinco dias do Eike Batista em Nova York? Ante inúmeras possibilidades, naturalmente especulações pululam. A minha, pessoal, tentei visitar ontem de noite. Sem êxito. Culpa do Netflix, que não tem mais Perfume de Mulher no catálogo. Na versão mais conhecida do filme, Al Pacino encarna

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Proposta #VidaNoturna #Turismo #Entretenimento: Prefeito da Noite

Para se ter uma ideia, um número retumbante: segundo o SP Convention & Visitors Bureau, só na cidade de São Paulo o setor de bares e restaurantes gera meio milhão de empregos diretos e indiretos. Melhor ainda, entre os empregos indiretos muitos são gerados em negócios locais, vizinhos, provocando uma cadeia virtuosa de desenvolvimento. A

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Moradia popular para quem?

Higienópolis toda sofre até hoje por conta de uma declaração infeliz e isolada de uma senhora que não queria Metrô na vizinhança por se tratar de um bairro de “gente diferenciada”. Então foi a vez Jardim Europa ganhar má fama depois que meia dúzia de descolados resolveram protestar contra o êxito de público do Museu

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments