Facebook YouTube Contato
Home Cultura Archive for category "Música"
formats

Fernandona, a redentora

Fernanda Montenegro, em entrevista ao Estadão, chamou a ditadura militar de “Redentora”. Ninguém se atreveu a um pio. Ary Oswaldo Mattos Filho, falando ao professor Humberto Dantas para o canal Um Brasil, tratou Dilma Rousseff por “presidenta”. De novo, silêncio nas galerias. Ótimos sinais. Ninguém pode imaginar que a nossa diva maior seja simpática ao

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 
formats

Presença concreta – um ano sem Pedro Paulo de Melo Saraiva

Há um ano o nosso querido Pedro Paulo de Melo Saraiva embarcava para o cruzeiro definitivo. Alguns dias depois, seu filho Pedro me chama para dizer algumas palavras na missa de sétimo dia. Lisonja tremenda. Respirei fundo, anotei e encarei. As linhas estão abaixo e na íntegra. Para falar na igreja tive que suprimir a

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
2 Comments  comments 
formats

Notas soltas

Água-benta Há quem diga que são lágrimas pelo triste espetáculo de ontem, quando a Câmara decidiu que “tem que manter isso aí”. Seja lá como for, pela manhã choveu em São Paulo. Depois de cinquenta dias de seca, poluição palpável e todo mundo tossindo nos coletivos, dos ônibus aos cinemas, é uma notícia boa. Chuva

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Palpites para a Paulista

1)   autorizar mais e mais conjuntos musicais. Arte de rua é ótimo. Mas sem geradores e amplificadores, que poluem a atmosfera em todos os sentidos. Tem que ser acústico. Quem quer ver e ouvir o show, se aproxima. Quem não quiser, merece uma alternativa; 2)   Aos domingos, na Paulista Aberta, os espaços para os shows

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Bola de carne

O hambúrguer do Presidento A quebra da Bolsa de Nova York em 1929, que meteu o ocidente em doze anos de depressão, tem trilha sonora do Josh White: One Meat Ball é o emblema do problema. Uma bola de carne de quinze centavos era tudo o que um homem podia pagar para enganar a fome.

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Da onda azul à mosca azul

Da última redemocratização pra cá pouca coisa no Brasil cresceu tanto quanto o surfe. Passei minha infância indo muito e amiúde (obrigado, Vinícius) à praia de Juquehy, lado oeste, onde quebram as melhores ondas, e pude acompanhar o fenômeno. Bulú, Xibinha e o grande professor Zé Pailoli eram as estrelas. Este último um craque que

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Bansky revelado e Harry, o grande

Bansky revelado A história é mais ou menos assim: Chico Buarque driblava a zaga da ditadura militar. Com os censores no pé de todo mundo, e no dele em especial, o jeito era ser um tipo de Pelé no palco. Deu certo. Ele botou várias entre os coturnos. Sabiá, em parceria com o Tom, talvez

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Portugal e a tarefa doce de abraçar seus filhos

No sábado dez de junho o relógio contou 28 horas. Era o Dia de Portugal, Dia de Camões e das Comunidades Portuguesas. Começou no Porto, passou por SP e terminou no Rio. Celebrei no Teatro Municipal de São Paulo a convite de um fidalgo lusitano chamado Tomaz Capitão, meu amigo querido. Errei no traje mas

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Emagreça dormindo

Ganha seguidores a dieta, digo, o regime que consiste em dormir até vinte horas por dia para emagrecer. A lógica (?) é simples: não se pode comer dormindo. Batizada de Bela Adormecida, a administração se dá sem supervisão médica, mas com os mesmos remédios da homônima que rola nas boates. Lembro agora de um amigo boêmio

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Notas soltas para abrir junho

Gilbert Baker, 66 O doodle de hoje homenageia o Gilbert Baker, criador da bandeira LGBT, que completaria 66 anos. Eu soube graças ao protesto de um amigo, que sabe-se lá por que, não gosta de ver o arco-íris como símbolo da diversidade. Me lembrei de uma música linda do Tom e do Chico, Imagina, que

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments