Facebook YouTube Contato
Home Cultura Archive for category "Música"
formats

Orgulho vira-latas

A imagem de um vira-latas mijando na foto de um candidato a cargo público, impressa num cavalete, como se a boca do distinto um mictório fosse, virou meme, viralizou e não poupou quase ninguém. É claro que o vira-latas, notado pela cordialidade, teria evitado o drama se soubesse o que fazia, porque que ninguém merece ser

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Orgulho vira-latas

A imagem de um vira-latas mijando na foto de um candidato a cargo público, impressa num cavalete, como se a boca do distinto um mictório fosse, virou meme, viralizou e não poupou quase ninguém. É claro que ninguém merece ser tratado assim. Que diga o maior dos absurdos, não merece. Por exemplo, se um jornalista

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Panela de pressão

Uma delícia para mim é usar panela de pressão. São vários os motivos. Primeiro,  lembra minha irmã Maria Cláudia, que nas férias em São Paulo preparava doce de leite cozinhando a lata de Leite Moça fechada. Além de gostoso pro paladar era também para o espírito, uma aventura para as crianças, sozinhas, lidarem com aquela

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Música, a língua universal

Tive uma passagem rápida pela propaganda. Modéstia fora, tinha talento. Mas não tenho vocação. E guardo lembranças mais agradáveis do que desagradáveis daquele então. Com muito carinho, por exemplo, me lembro de uma convivência que em menos de um mês se tornou inesquecível. Um craque do setor chamado Toninho Neto trabalhava na Fischer Flórida e

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Eu choro

Paulistano, emocionado amanheço sempre que garoa. Notadamente em véspera de feriado. Dia da República. 130 anos. Ou trinta da primeira eleição direta para presidente depois de 21 anos de ditadura militar. Pois é. Elegemos o Collor naquele então. E depois de tanto tempo, isso que aí está. Velho, cansado, minha ideia para hoje era um

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Marcos Azambuja Brasileiro de Almeida Jobim ou minha galera para uma Assembleia Geral da ONU

Nosso embaixador Azambuja é o Tom Jobim do Itamaraty. Figura simpática, leve, carioquíssima e marcada pelas lindas gravatas borboleta, muito provavelmente foi amigo do maestro soberano Antonio Brasileiro. Ainda no ano passado ele falava ao Roberto D’Ávila da preocupação em ver o Brasil descambando para o exagero e o escândalo: se há uma subtração, gente

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Rocketman e as estrelas que esquecemos de contar

Da música dos negros do sul dos Estados Unidos nasceu o jazz, que ganhou o mundo, e que tem pelo menos duas crias internacionais: o Rock and roll e a Bossa Nova. Estou com isso na cabeça desde que, espectador tardio, assisti Rocketman no cinema. Especialmente por causa da cena em que, chegando aos Estados

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Alan Turing e o Zepelim

Um dia surgiu, brilhante Entre as nuvens, flutuante Um enorme zepelim Pairou sobre os edifícios Abriu dois mil orifícios Com dois mil canhões assim A cidade apavorada Se quedou paralisada Pronta pra virar geléia Mas… Inventado na Alemanha pelo conde Ferdinand Von Zepelim, o dirigível homônimo estreou com voos comerciais e, chegada a Guerra Mundial,

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Nota sobre entrevista de segunda-dama

Se no Brasil não estamos acostumados a ouvir voz de primeira-dama, da segunda-dama ou vice-primeira-dama não me lembro de jamais ter ouvido. Ruth Cardoso era intelectual com vida própria e discreta. Dona Mariza não falava. Dilma era solteira. Marcela Temer apareceu e, depois do Joesley, sumiu. Assim como Michele Bolsonaro, que falou em libras na

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Orégano no Minhocão

Crônica publicada no projeto Esquina Encontros Sobre Cidades do Estadão Bruno Covas usa uma imagem divertida para dizer como as ciclovias municipais entraram em São Paulo: espalhadas como orégano em pizza. No caso, trata-se de uma crítica-chiste para provocar Fernando Haddad. Mas pode muito bem ser recebida como elogio: basta gostar da combinação orégano, queijo,

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments