Facebook YouTube Contato
Home Passeio público Archive for category "Turismo"
formats

Picasso em SP já foi mais fácil

Raul Juste Lores nos conta o caso. Ciccillo Matarazzo queria uma cereja para o bolo que encomendara para os 400 anos da cidade de São Paulo. E encanou de trazer o Guernica para a inauguração da Bienal. Telefonou e pediu aos Rockfeller, que guardavam a obra num museu em Nova York. Gentilmente eles responderam que

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

(Very) Casual Friday ou a Paula Toller que me desculpe

A Paula Toller que me desculpe. Estreio hoje o uso de bermudas no trabalho. Digo, em reunião externa com quem não tenho intimidade. Trabalhando de casa já havia adotado, ainda que no padrão Cid Moreira, com camisa no corpo para o caso de alguma chamada via Skype. Pudores… Sei de um grande lobista que recebia

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Segunda profecia dominical: Vai passar

Como uma velha carola, vivo com sob o frisson da chegada dos domingos. Mas a minha missa é na Folha ou nO Globo. E o sermão é do papa Elio Gaspari. Hoje ele lembrou que no Rio, favelas fora, seis em cada dez imóveis não pagavam IPTU. Note: só o asfalto está nesta conta, que

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

De Paraty à Catalunha, a causa independentista

Sob as águas de março, o verão se despedia em Paraty. Os gogós e as palavras, cada vez mais aquecidos pela Maria Isabel, chegavam ao ponto de ebulição. Foi o que aconteceu. Paulo Brotero, grande acionista do banco Noroeste, liderou o brado. Os amigos concordaram. Era lógico: Isolada de tudo naqueles anos 1960 – o

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

O espírito paulistano esculpido em pedra

Nos conta o Roberto Pompeu de Toledo que em 1920 três rapazes fogosos passeavam pelo Parque Dom Pedro II, onde era construído o Palácio das Indústrias, hoje museu Catavento. O motivo da visita era inspecionar as maquetes concorrentes do concurso que escolheria um monumento à Independência para o Ipiranga. E pela rádio peão o trio

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Grandes feitos do Presidento

Em missão diplomática à então União Soviética, o então ministro Pratini de Moraes, por extenso Marcus Vinicius Pratini de Moraes, foi recebido com festa e Garota de Ipanema cantada em russo no Domodedovo. Num mal entendido óbvio, os boêmios moscovitas acreditaram que vinha lá o poeta e diplomata Marcus Vinicius da Cruz de Mello Moraes.

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Portugal e a tarefa doce de abraçar seus filhos

No sábado dez de junho o relógio contou 28 horas. Era o Dia de Portugal, Dia de Camões e das Comunidades Portuguesas. Começou no Porto, passou por SP e terminou no Rio. Celebrei no Teatro Municipal de São Paulo a convite de um fidalgo lusitano chamado Tomaz Capitão, meu amigo querido. Errei no traje mas

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Choro contra a pororoca

Na semana passada Ella Fitzgerald teria completado cem anos. A turma gosta de lembrar dela numa comparação às celebridades atuais, onde a estampa conta tanto. Eu prefiro ouvir e mais nada. E nem ligo para o tal centenário. Fiquei ouvindo Cry me a river mais do que as outras canções. Não sei porque. Não tenho,

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Balanço de carnaval: prós e contra

Minha terça-gorda foi na Cidade. Atracamos no Bar da Dona Onça para encerrar o carnaval. Ou pelo menos de acordo com o calendário, porque a folia continua e, provavelmente, até aumenta. Nas ruas de São Paulo o pós promete ser maior que o pré e o próprio feriado. Parafraseando o Zé do Pé, uma data

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

É crônica ou aguda? As duas coisas

-       Seu Rubis, o que é crônica? -       Ora, se não for aguda, é crônica. Assim respondeu o Rubem Braga sobre o gênero onde reina absoluto. No reino do samba tem uma delícia parecida. Era o Jô entrevistando o Zeca. -       Zeca, qual é o samba que você gosta mais, partido alto, samba de roda

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments