Facebook YouTube Contato
Home Archive for category "O pio do araçari"
formats

Da Geringonça é o mar-sem-fim

Houvesse um prêmio Nobel para Política, na esteira do que vai para a Economia, categoria criada posteriormente às orginais, o papa Francisco seria forte candidato. Infelizmente não há. Mas os políticos acabam entrando na lista dos concorrentes à medalha da Paz, que este ano foi para o primeiro-ministro da Etiópia Abiy Ahmed Ali. Seus concorrentes

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 
formats

O que as autoridades não falam

É assustador o que os governantes atuais falam. Aqui e alhures. Gente louca sendo tratada com normalidade, encontrando eco em nichos igualmente loucos da sociedade. Para ficar em alguns exemplos brasileiros, no final da semana passada os próceres do reacionarismo nacional se reuniram num evento onde várias autoridades palestraram. O chanceler do Brasil disse que

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 
formats

Vai passar

Cresce nas redes sociais a adesão aos entusiastas de passar por cima do hábito de passar roupas. Meu palpite é que o movimento é inexorável. Batata: vai passar. O apelo dos mais entusiasmados é sociológico: pedem para que a gente desencane de usar roupas passadas ou, antes, que nos acostumemos com as amassadas. Seja por

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 
formats

Quanto tempo pode durar essa corrida?

Data vênia a beleza transmitida por todo monge, de qualquer religião ou ordem, e a importância que acredito haver em ter gente em retiro, meditando, a paz de espírito que eu mais admiro é a do chofer de praça da cidade grande. Dia desses entrei num taxi. O chofer, um senhor simpático, ao longo da

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 
formats

Admitamos: somos todos Greta

Ando impressionado com os ataques à Greta Thunberg. Dela dizem: mimada, raivosa, radical. Como se, aos dezesseis anos, todos seus críticos já fossem bem educados, amáveis e moderados. Fato: não eram, não poderiam ser. Pior, ainda não são. Tome-se por exemplo as pessoas que formam o governo eleito no Brasil em 2018, especialmente popular entre

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 
formats

Impeachment

Sinto calafrios só em ouvir falar a palavra impeachment. Tenho verdadeiro horror a tudo o que ela reúne. O clima, o processo, o desgaste, o risco demasiado alto para pagar por algo que poderia custar bem menos. Atribuo meu asco primeiro à minha devoção ao Parlamentarismo, onde essas dores de troca de governo simplesmente inexistem.

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 
formats

A inteligência artificial é assunto das ciências humanas

Quando resolvi voltar à escola ou, antes, ir à escola, posto que fugira na adolescência, o curso que me interessou foi Direito. Gosto do tema, da prosa dos amigos militantes, especialmente dos criminalistas e falencistas. Então, sem medo de ser infeliz, compareci ao vestibular sem me preparar e, para surpresa geral, motivo de incredulidade de

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 
formats

Rir de quem elogia o ministro PaGue é o remédio

Olho com receio o tal “lugar de fala”, tão em voga ultimamente. Entendo e respeito os pontos de seus entusiastas e defensores, mas sinto que está muito próximo do “argumento de autoridade” que, para estrangular a amplitude que os debates públicos merecem, tem potencial especial. Um exemplo é a tendência humana em aderir às opiniões

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 
formats

O roteiro de reformas que não aconteceu

Sei que sou repetitivo e notadamente serei abaixo. Já comentei sobre o roteiro de reformas que seria óbvio, mas como foi misturado em outro assunto, volto à carga só para não passar em branco. *Juro que não é falta de assunto. Há muitos anos o tema das reformas vem sendo pautado pelos governos. Todos tentaram

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 
formats

Lula livre, Flávio leve e Queiroz solto

O grito Lula Livre surge antes do cárcere. Não tenho certeza se já naquela controversa condução coercitiva ou se, quando da sentença decretada, o ex-presidente se encastela no Sindicato dos Metalúrgicos e, amparado por um cinturão de solidariedade da militância, resiste à prisão. Hoje, porém, o grito prescreveu. Mas antes pelas revelações da Vaza Jato

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments