Blog do Léo Coutinho - O pio do araçari Archive
Facebook YouTube Contato
Home Archive for category "O pio do araçari" (Page 5)
formats

Aspectos da paralisação – Tributos

Sou fã do Eduardo Gianetti da Fonseca. Mas discordo do que ele disse à repórter Érica Fraga na Folha e ao apresentador Pedro Bial na TV Globo. Nosso filósofo e economista querido teme uma rebelião tributária. Isto é, na linha da revolução americana, que pregava “no taxation without representation”, ele acredita que o brasileiro, por

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Aspectos da paralisação – Política

Entre os tantos erros políticos do Governo Federal, desde a construção até a “solução” da crise, um acerto se destaca: o Presidento isolou Paulinho da Força, que chegou a se oferecer para ajudar e depois reclamou publicamente do desprezo. No dia seguinte a Polícia Federal estourou a operação Registro Espúrio (crise de criatividade na PF?),

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Aspectos da paralisação – Trabalho

O mesmo Jorge Paulo, nos Estados Unidos, já entregou uma carga de cerveja a duzentas milhas de distância em caminhão autônomo. Há controvérsia sobre se o que ele fabrica é cerveja. Mas que o caminhão entregou com êxito e sem precisar do motorista, não resta dúvida. Perguntas: quanto demora para isso ser padrão no mundo

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Aspectos da paralisação – Economia

Para pagar o aluguel do Palácio do Planalto, Michel Temer não economiza. Na primeira denúncia gastou mais de trinta bilhões de reais. Na segunda, já completamente liso, lançou filipetas para os deputados candidatos a reeleição. Custo imensurável. Só o fundão eleitoral vai custar R$ 1,7 bilhão. A greve dos caminhoneiros aumentou a conta. Estima-se que

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Aspectos da paralisação – Cultura

Entre as “mais pedidas” nos acampamentos dos caminhoneiros pelas estradas não estava a Sula Miranda. Curiosamente, junto com faixas pedindo intervenção militar, cantavam Para não dizer que não falei das flores, do Geraldo Vandré, ícone da luta contra a ditadura… militar! Também foi divertido ver os carbonários pulando a fogueira e se queimando. Os mas

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Aspectos da paralisação – Meio-ambiente

A poluição na cidade de São Paulo caiu 50% em dez dias de paralisação dos caminhoneiros. Os dados são da Cetesb e impressionaram muita gente. A mim, nem tanto. Freguês da Paulista, aberta ou fechada, uma das primeiras impressões que tive, logo que o programa dominical começou, foi a rapidez da melhora do ar –

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Notas soltas

Sarney voltou Se a eleição prevista para outubro já se parecia muito com a de 1989 pela pulverização de candidatos, a crise ampliada pela paralização dos caminhoneiros deve acrescentar o fator econômico entre as semelhanças. Marca da política econômica do governo Sarney, com desabastecimento e inflação, os preços tabelados voltaram à ordem do dia sem

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Química, sociologia e a explosão iminente – ou Parente, ouça o Montoro

Combustível espalhado havia. Muita palha seca por aí. Faltava uma faísca. Ou um gatilho. E foi justamente o que o governo fez: criou um gatilho para reajuste de preços de combustíveis na Petrobrás. Quer dizer, misturou gatilho com combustível. Deu no que deu. Só no ano passado foram mais de cem aumentos no preço dos

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Transporte de carga é transporte coletivo

Meu sogro Manoel Sousa Lima tomou posse no Setcesp decidido a ser o presidente da transição, isto é, marcar o mandato com a transmissão do comando entre a geração dele e a atual – o que acabou se confirmando e, hoje, o presidente é meu amigo Tayguara Helou, (bem) mais novo do que eu. Palpiteiro incansável, soprei para

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Burrice humana e inteligência artificial

Crônica publicada no Esquina/Estadão em 23/05/2018 A burrice como barreira para a inteligência artificial. Para não ser indelicado, notadamente nesta Esquina sempre tão simpática, adianto que, por burrice, entenda-se teimosia. Até porque, por ora, quem desenvolve a inteligência artificial somos nós, os humanos – ou alguns dos nossos pares mais inteligentes. A notícia que sacudiu

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments