Facebook YouTube Contato
Home Archive for category "O pio do araçari" (Page 68)
formats

Combate às drogas: deu errado

Esta terça-feira amanheceu nublada. Fosse de sol, Ele surgiria quadrado para 548 mil brasileiros. Mas o Brasil é grande e o clima varia qual pluma ao vento. Invariável é o perfil do preso: 94% são homens, 75% são mais novos do que este bloguista nascido em 1978, 60% são pardos ou pretos, 140 mil por

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

A preferência do Montoro

Ontem, 14 de julho, dia da Queda da Bastilha, o governador André Franco Montoro completaria 97 anos, não tivesse morrido no 16 de julho de 1999, vítima de um enfarte, aos 83, em pleno aeroporto de Cumbica – que hoje leva seu nome – embarcando para um congresso no México, onde discutiria os caminhos da

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Mudando de profissão

Para quem seria melhor se arquitetos e urbanistas recém formados pela FAU fossem enviados para trabalhar nas periferias brasileiras, nos sertões, planejando bairros, cidades, projetando casas populares nos conjuntos habitacionais, reurbanizando favelas? E se os advogados que saíssem das Arcadas direto para a Defensoria Pública do mais ermo sítio, ou mesmo para dentro das penitenciárias

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

A favor da residência médica no SUS

Eu já disse aqui que se a reunião dos programas de transferência de renda num só pacote batizado Bolsa Família pelo governo petista tinha princípio eleitoreiro, pode até ter funcionado por um tempo, mas tudo leva a crer que atingimos um estágio mais avançado, onde a criatura engole o criador, como sempre acontece. Minimamente, a

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
2 Comments  comments 
formats

O Bolsa Família contra o PT

Coisa boa no levante do 17 de junho é a pluralidade da participação. Tinha todo tipo de gente indignada. Basta dizer que começou com o Passe Livre, que luta por transporte público livre (grátis é impossível), mas segundo pesquisa Datafolha a ampla maioria das pessoas que foram para as ruas, da Praça da Sé à

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

João e Maria nos protestos de 17 de junho

O Diário de São Paulo trouxe hoje em matéria de capa uma reportagem intitulada Vida de gado no M’Boi Mirim, bairro que fica vinte quilômetros a sudoeste da Praça da Sé. Quer dizer, o percurso de ida e volta equivale ao de uma maratona. O recorde mundial de maratona é de pouco mais de duas

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Portugal e a crise – o pior já passou

Andei em Portugal por cidades grandes, pequenas, médias. Em todas tive a mesma impressão: a parte ruim da crise por lá já passou. Todas elas estão sendo bem cuidadas, funcionando e ativas economicamente. Nas conversas com os portugueses e nos jornais naturalmente ainda há pessimismo e insatisfação, mas aparentemente é a mesma infelicidade do gordo

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
1 Comment  comments 
formats

SP, Terra de Marlboro

Igual faço quase que diariamente, ontem fui almoçar no Itaim-Bibi, a pé. Quem é de São Paulo sabe que o este bairro é tido como bacana, porque concentra comércio sofisticado, além de escritórios de empresas poderosas e apartamentos caros. No caminho de não mais do que quatro quadras o cenário era caótico: as calçadas todas

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Os 19 anos do Plano Real e os 20 centavos

Igual a toda ideia genial, a do Plano Real é óbvia: ante à inflação galopante que enfrentávamos, nós brasileiros perdemos a noção do valor e principalmente do preço das coisas, que já não oscilavam mais exclusivamente por fatores econômicos, mas principalmente por questões psicológicas. Até então, as maneiras de lutar contra a inflação eram autoritárias

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Onde está o Lula e os verdadeiros oportunistas?

Há alguns anos perguntei aqui o nome de um político que depois de ter perdido sucessivas eleições foi eleito para um cargo executivo e, apesar de passar o mandato metido em escândalos de corrupção, conseguiu eleger um até então completo desconhecido seu sucessor. Todos respondiam: Lula! Era então a fase mais alta da popularidade do

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
4 Comments  comments