Facebook YouTube Contato
Home Archive for category "O pio do araçari" (Page 78)
formats

Pastel de feira ou obrigado, Gigi

Desde o começo da campanha que encerrou seu primeiro turno no domingo tive vontade de levar o Andrea Matarazzo para comer pastel ali na esquina da casa dele, na feira da quinta da Barão de Capanema. Para os que imaginam que vou falar mais uma vez de eleições aviso que trata-se apenas de uma referencia

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Providência e memórias eleitorais

Minha lembrança de campanha mais antiga é a do tio André para governador, em 1982. Eu tinha quatro ou cinco anos de idade, mas lembro do meu pai, em Juquehy, com a máscara (obrigado, Kobashi) do grafite para pichar nos postes e nos muros a árvore símbolo do MDB, o número cinco – que só

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Serra acima

O Andrea Matarazzo é o melhor candidato disputando estas eleições. Inclusive se comparado com os que estão concorrendo a prefeito. Aliás, nunca houve uma candidatura desta categoria. Em São Paulo o Montoro foi vereador, o Madeira foi vereador, o Suplicy, a Zulaiê, a Soninha e o Aldo Rebelo também foram. Mas é a primeira vez

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Minha casa da luz vermelha, minha vida

Uma menina de Santa Catarina está leiloando a virgindade num site australiano. Aparentemente, para ela as questões morais estão superadas. Acertou-se com a família, diz que é maior de idade, vacinada e faz o que quiser com o próprio corpo. Muito bonito. Digo, tanto o gesto quanto o corpo – aos vinte anos, pouca coisa

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

A primavera da participação

Há quem viva fora de sintonia com a própria época. Pode ser para frente e pode ser para trás. Digo, os saudosistas, que vivem morrendo de saudades do passado – inclusive os que eles não conheceram, ao que chamam nostalgia – e os progressistas, que enxergam e por vezes até vivenciam uma situação que só

 
Tags: ,
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Forte é quem protege

Na semana que passou o BOPE ganhou um brinquedo novo. Desta vez um quadriciclo veio se somar à frota que já conta com jipes, motos, tratorzinhos, caminhões, caminhonetes e o célebre Caveirão – tanto o que vai no chão quanto um que voa igual a helicóptero, só que à prova de bala e com mil

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

A Cesar o que é de Cesar

Na sexta-feira saí para jantar fora e reconheci o senador Delcídio Amaral, do PT do Mato Grosso do Sul. Comentei com a minha Neguinha que a gente deveria ir lá cumprimenta-lo, porque sempre que festejamos os votos do ministro Joaquim Barbosa e de seus pares, que vêm condenando os mensaleiros, um quinhão dos aplausos deveria

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Utopia e pão

A obsessão tem uma versão benigna chamada utopia. Cada um tem a sua, inclusive quando não tem nenhuma. A não utopia já é uma busca infinita. A não utopia é a perfeição, e esta só no Paraíso, que o Homem recusou. Dom Helder Câmara disse que “a utopia partilhada é a mola da história”, naquela

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Frescura urgente

Ontem, no Rio de Janeiro, os termômetros de rua iguais ao que a Fernandinha Abreu usou no clipe Rio 40 graus, marcavam “só” 28º. Em São Sebastião não tem termômetro público, mas conferi pelo iPhone que a máxima era a mesma: 28º. Quer dizer, aquilo que aqui de São Paulo a gente define como “a

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

O homem e o boneco

Marketing político deveria ser assim: um líder dá sua opinião dizendo para aonde devemos ir, os estrategistas desenham o melhor mapa de acesso e os marqueteiros se reservam ao papel de tornar o caminho mais fácil de entender e bonito, através de sinalização e flores nos canteiros. Flores de verdade, naturais, de preferência. Aqui no

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments