Facebook YouTube Contato
Home Posts tagged "Aécio Neves"
formats

De henry.sobel@miami para aecio.neves@senado CC jose.serra@senado

Meu carro I.S.C.O, Proporções guardadas, já passei por isso. Ao fardo do meu erro original, somei muitos quilos ao longo de anos carregando fatos alternativos inventados pelos meus queridos amigos psicanalistas da CIP. Até que, exausto, chamei o Estadão e confessei, desmentindo a narrativa do “estreitamento de personalidade”. Você não imagina o alívio. Continuo não

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Temer, Joesley, Aécio, Doria e o vocabulário

Um dos meus martírios é ter memória. É irritante, constrangedor. E o pior é que se sobra em alguns temas, conferindo certa reputação, em outros falta. Nomes de lugares e pessoas, por exemplo, me escapam com frequência. E isso, sabe-se, pode magoar alguns. Ser bom fisionomista com predileção por detalhes e situações agrava. Gente se

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
2 Comments  comments 
formats

Sai daí, sai logo, Presidento

Há por aí gente moderada defendendo o governo do Presidento. Quiçá por duplo excesso de expectativas. Primeiro com os efeitos das reformas trabalhista e da Previdência, que mesmo atropeladas, antagônicas e paliativas, sobretudo ante o novo cenário global do emprego e da longevidade, servem para acalmar “os mercados”. Não por acaso, é a mesma turma

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
1 Comment  comments 
formats

Pinguela sendo pinguela

No fim da tarde de 17 de maio de 17 o mundo todo, Terra Brasilis incluída, acompanhava a possibilidade de impeachment do presidente dos Estados Unidos, Mr. Donald, o “çábio”. De repente, soa o grande alarme brasileiro, que é a vinheta do plantão do Jornal Nacional. Trêmula, Renata Vasconcellos dava a notícia: os irmãos Batista

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

2018: João azarão?

A prudência manda aguardar três meses ou, como preferem nos Estados Unidos, cem dias para avaliar um começo de governo. Mesmo assim, antes da metade do prazo tácito, o DataFolha foi às ruas tomar a impressão dos paulistanos sobre a nova gestão municipal. Ótimo, bom e regular somam 77% de aprovação. Pela própria raridade de

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
4 Comments  comments 
formats

Renuncia

Fernando Collor, Antonio Carlos Magalhães, Jader Barbalho, Renan Calheiros, Joaquim Roriz, Severino Cavalcanti, José Roberto Arruda têm muita coisa em comum, e entre elas está a renúncia. Quem mais? Aécio Neves, José Serra, Geraldo Alckmin, Eduardo Campos: todos renunciaram. Sergio Cabral, o filho, também. A renúncia mais famosa talvez seja a do Jânio Quadros. A

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
1 Comment  comments 
formats

Cunha, Dilma e Raul no 1º de Maio

A festa do primeiro de maio de 2015 ficou marcada como o dia da vergonha, o dia em que a presidenta da República reeleita pelo Partido dos Trabalhadores, no dia do trabalho se escondeu da grande maioria dos brasileiros, com medo de que seu pronunciamento em rede nacional de televisão, mais tradicional que o especial

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

A transparência não quer ofender ninguém

Por um raciocínio óbvio, sempre defendi a lisura das urnas eletrônicas: “pau que bate em Chico, bate em Francisco”. As urnas que reelegeram Dilma foras as mesmas que deram ao Aécio mais de 50 milhões de votos, e se compararmos o tamanho e o nível das candidaturas, temos motivos de sobra para entender que o

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

“Não vamos nos dispersar.”

Mais de cinquenta milhões de brasileiros recusaram o governo atual, votando no Aécio Neves. Outros quase 54,5 milhões optaram pela sua continuidade. Desde a redemocratização, foi a disputa mais polarizada da que tivemos. Os métodos sórdidos, os ataques baixos, usados pela coligação vencedora, a partir de hoje são problemas deles. Vão ter que dormir para sempre

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Franco Montoro – 15 anos depois

Há exatos 15 anos, no aeroporto que hoje leva seu nome, o governador Franco Montoro sofreu uma parada cardíaca. No seu aniversário de 83 anos, ele embarcava com Dona Lucy para o México, onde iria participar de um congresso e defender a restrição ao fluxo dos capitais especulativos. Faleceu dois dias depois. Nascer no 14

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments