Facebook YouTube Contato
Home Posts tagged "Antonio Maria"
formats

Falta lirismo à tristeza atual

Achei no iPod um disco da Maysa. Mais triste que um livro inteiro da Clarice Lispector. Que alegria! Destaque para as canções da Dolores Duran e do Antonio Maria. Pela ordem inversa, Manhã de Carnaval e Noite de Paz, também conhecida como a melô do Tinoco, como carinhosamente apelidei o Stilnox. Que maravilha é encontrar

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Fernandona, a redentora

Fernanda Montenegro, em entrevista ao Estadão, chamou a ditadura militar de “Redentora”. Ninguém se atreveu a um pio. Ary Oswaldo Mattos Filho, falando ao professor Humberto Dantas para o canal Um Brasil, tratou Dilma Rousseff por “presidenta”. De novo, silêncio nas galerias. Ótimos sinais. Ninguém pode imaginar que a nossa diva maior seja simpática ao

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Fatias grossas no 14 de julho

A primeira crítica gastronômica deve ter sido do Judas, ainda durante a Santa Ceia. Sei lá, saiu falando mal do pão e do mesmo vinho tão elogiado nas bodas de Caná. Aliás, a suspeita de que ele não teria participado do ágape pode ser considerada a mãe dos prêmios que a gente lê, onde o

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Bola no fotógrafo

O cronista, comentarista esportivo e compositor pernambucano Antonio Maria marcou época no Rio de Janeiro dos Anos Dourados. Sua obra transformou a melancolia numa delícia a ser cobiçada. Quem não de deleita com Valsa de uma cidade, Manhã de carnaval, Ninguém me ama? Foi gravado por Clara Nunes, Dolores Duran, Nat King Cole, Luciano Pavarotti.

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Breves bárbaros

Lendo A Fisiologia do Gosto, do Brillat-Savarin descobri que nos festins gregos, assim como hoje, o tamanho do copo de vinho aumentava de acordo com a sua qualidade. Portanto esses aquários que vemos hoje sobre as mesas mais sofisticadas não são simplesmente um delírio contemporâneo, mas a reedição de algo que já aconteceu no passado,

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
6 Comments  comments