Facebook YouTube Contato
Home Posts tagged "Estadão"
formats

Fernandona, a redentora

Fernanda Montenegro, em entrevista ao Estadão, chamou a ditadura militar de “Redentora”. Ninguém se atreveu a um pio. Ary Oswaldo Mattos Filho, falando ao professor Humberto Dantas para o canal Um Brasil, tratou Dilma Rousseff por “presidenta”. De novo, silêncio nas galerias. Ótimos sinais. Ninguém pode imaginar que a nossa diva maior seja simpática ao

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 
formats

Preparar para decolar

O Presidento denunciado acaba de ser absolvido pela Câmara dos deputados. Alcançou com facilidade a sugestiva marca de 171 votos, o suficiente para se livrar de um processo no Supremo Tribunal Federal. Previsível, mas ainda assim vexatório. Como podemos acreditar numa recuperação econômica e social mantendo a instituição mais alta da República ocupada por um

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Eu te disse, eu te disse

É no mínimo desagradável aquele personagem de desenho animado que fica repetindo “eu te disse, eu te disse”. Meu avô Coutinho, que era médico, não gostava da palavra chato, por se tratar de “termo vulgar para um para um piolho que dá nas vergonhas”. Porém tem dia que ser chato é irresistível. Que vovô Chico

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Gilmar Mendes e o fundo sem-fundo

Matéria do Pedro Venceslau e do Daniel Bramatti para o Estadão trouxe no domingo 12/3 dados sobre a prestação de contas dos partidos à Justiça Eleitoral. Jatinho, caipirinha, churrasquinho, contas domiciliares de dirigentes se destacam. São R$ 3,57 bilhões espalhados por 560 mil páginas, reunindo receitas e despesas ocorridas entre 2011 e 2016, e devem

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Geração Carpe Diem?

No finado Orkut, ou antes, pelos spams via e-mail, rodou bastante uma frase atribuída a um sábio. Ora um velho chinês, ora Jesus Cristo e até o próprio Pai. Acho que nem a Clarice Lispector escapou. Variava muito a autoria, que não importa. Era o pensamento inconformado ante a realidade contemporânea: gastamos a saúde para

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
1 Comment  comments 
formats

Abrir uma escola é fechar uma prisão

Circulou muito pela internet um conceito interessante, atribuído ora a Deus, ora ao Dalai Lama, e possivelmente a outros sábios, dizendo que a humanidade seria incompreensível no seu moto viciado de gastar a saúde para juntar dinheiro e então gastar o dinheiro para buscar a saúde perdida. Ele fala da saúde física, mas a saúde

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

A feira de drogas da Peixoto

O Estadão de domingo trouxe na capa um escândalo: feira de drogas em plena Rua Peixoto Gomide. Diz que o comércio e o consumo de maconha, cocaína, LSD e outras drogas mais sofisticadas rola solto em plena rua, nos botecos, no posto de gasolina e até na fila do teatro, tudo sob os olhos da

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Teoria da conspiração – o que pensa o 1% da população que controla metade do PIB.

É vasta a tabela de esportes praticados nos Estados Unidos. Tem gosto para tudo e não só entre os praticantes, o que é compreensível e até corriqueiro no resto do mundo, mas por lá há inclusive plateia para qualquer coisa. Entre as modalidades mais veneradas está a teoria da conspiração. Para qualquer fato suposto há

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Se non è vero, è ben trovato – Delfim na Comissão da Verdade

Num conceito sucinto e genial de tão óbvio, uma professora de história me ensinou a importância da matéria: estudar o passado para entender o presente. Dizem os mais ousados que com jeito pode-se a partir disso até prever o futuro. Não duvido, claro que desde já reconhecendo o imponderável. A História não pode ser alterada.

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Painho trinta anos depois

O Chico Anysio tinha um personagem inspirada na família Gil. Não sei com certeza se era Painho, mas o que importa é que vivia cercado de empregadas domésticas. Pois quando o Gilberto Gil voltou do exílio, sua mulher fez as contas e notou que pelo preço de uma empregada inglesa, em Salvador eles poderiam contratar

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments