Facebook YouTube Contato
Home Posts tagged "Geddel Vieira Lima"
formats

Notas soltas

Nos termos da Lei Uma lei recente mudou o Código Penal. Desde então, para configurar organização criminosa, no mínimo três devem estar combinados. Antes eram quatro ou mais. Daí o termo formação de quadrilha. Por isso a denúncia da PGR contra Michel Temer, Eliseu Padilha e Moreira Franco é sobre organização criminosa (e obstrução de

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Pudim vai inteiro ou fatiado?

Duma esquina qualquer no Leblon, amigo carioca envia WhatsApp ao grupo. O comentário não era dele, mas achou graça e compartilhou. Na TV da casa de sucos o ministro Moreira Franco dizia sobre a Rocinha  “precisamos diminuir a arrogância e a prepotência do crime organizado”. Da calçada, um rapaz que esmolava ainda sob os vapores

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Nada de novo

Proporções guardadas? Além de recordes históricos, nada de novo aconteceu hoje. Vejo amigos espantados e me lembro dos meus avós estupefatos com o fax. Meus pais idem. E, pensando bem, eu mesmo. Mas a verdade é que, a rigor, mudou pouca coisa entre o pombo-correio e a carta por telefone. Num espectro mais amplo podemos

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Pra casa do Carainho

Geddel Vieira Lima tirou visto para ficar em casa com tornozeleira. Tradução: vai pra casa do Carainho. Isto é, a dele, que esta freguesia pode imaginar como adquiriu. Evitei comentar sobre esse personagem tão patético e infeliz. Mas não aguento. Outro dia o Dráuzio Varella, que há mais de vinte anos faz trabalho voluntário em

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Carainho assombra o Jaburu

Noite agradável para uma fita no sofá. Minha pedida é Casino, do Scorcese. Já vi algumas vezes seus 178 minutos e quero mais em homenagem à operação Cui Bono, que hoje guardou o Geddel Vieira Lima. Sempre que o vejo no jornal me lembro do Joe Pesci como Nicky Santoro, personagem inspirado no Anthony Spilotro,

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
2 Comments  comments 
formats

De Borja a Andrade ou obrigado, João Batista

Nos estertores do governo Collor uma figura se destacou e merece lembrança: Célio Borja. Ele aceitou o convite para ser ministro da Justiça com uma missão muito clara: fazer a reforma política. Mais exatamente, a transição para o Parlamentarismo. Na Constituição de 88 a gente combinou que dali a cinco anos haveria o plebiscito. E

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments