Facebook YouTube Contato
Home Posts tagged "O Globo"
formats

Marcha da insensatez

Meio cheio está o copão de refrigerante de quem olha para o resultado das midterms, eleições de meio de mandato americanas, na câmara dos deputados. O partido Democrata, oposição ao governo Trump, terá maioria a partir de janeiro. Meio vazio está o copão de quem esperava um equilíbrio de forças também no Senado, tão necessário

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 
formats

Delfim em forma

Delfim Netto está em plena forma. Aos noventa anos pensa e escreve como se estivesse na flor da idade, digo, saindo da academia ou no máximo entrando no ministério da Fazenda do ditador Costa e Silva, isto é, com a cabeça em 1968. Grande frasista, a favor do aumento da produtividade o Professor anotou na

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Soldadinho pira

O rei da simpatia e do alto astral Nelson Motta festejou hoje n’O Globo o Dia Internacional do Orgasmo, lembrando da sua importância para a democracia. Ele questiona: “Quanto estresse, intolerância e violência nascem da frustração sexual? De quanta raiva, inveja e ressentimento seríamos poupados cada vez que alguém, pobre ou rico, branco ou preto,

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

A bossa nova portuguesa

Às dez horas da noite do Sete de Setembro de 1964 Vinicius de Moraes estava num quarto de hotel, que dava para uma praça, que dava para toda solidão do mundo. Sozinho e em tristeza profunda, ampliada pela consciência da festa brasileira na embaixada em Paris, não muito longe do Porto do Havre, donde o

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Executivo da Philips tocou o apito e seus colegas foram tocar piano ou Elio Gaspari não pode tirar férias

O Globo vem dando um baile de reportagem e, se tem uma falha hoje, é o Elio Gaspari estar em férias. Pênalti grave. Daí que, sem medo de ser feliz, não me seguro e volto à carga para tentar cobri-lo. Já escrevi aqui que a incineração da política não vai parar na política. E em

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Copa e cozinha

Nosso querido Ruy Castro foi informado pelo amigo Carlos Maranhão de que o estrogonofe russo vem em tiras, não em cubos, sem ketchup ou creme de leite e desacompanhado de batata palha ou do onipresente arroz branco, e assim decepciona a torcida brasileira que se faz presente no mundial da Fifa. Então meteu na Folha

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Segunda profecia dominical: Vai passar

Como uma velha carola, vivo com sob o frisson da chegada dos domingos. Mas a minha missa é na Folha ou nO Globo. E o sermão é do papa Elio Gaspari. Hoje ele lembrou que no Rio, favelas fora, seis em cada dez imóveis não pagavam IPTU. Note: só o asfalto está nesta conta, que

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Temer, Joesley, Aécio, Doria e o vocabulário

Um dos meus martírios é ter memória. É irritante, constrangedor. E o pior é que se sobra em alguns temas, conferindo certa reputação, em outros falta. Nomes de lugares e pessoas, por exemplo, me escapam com frequência. E isso, sabe-se, pode magoar alguns. Ser bom fisionomista com predileção por detalhes e situações agrava. Gente se

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
2 Comments  comments 
formats

O plano cobre, mas nem sempre cura

“Pobre, quando come galinha, ou ele está doente, ou a galinha.” “Rico, quando come galinha, depois manda o motorista entregar em casa.” Este diálogo, intercalado por décadas, aconteceu entre o Adoniran Barbosa e a turma do Casseta e Planeta. Aparentemente todo mundo riu, ninguém se ofendeu. Paulo Gracindo e Brandão Filho imortalizaram o esquete “primo

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Efeito laranja na Petrobrás

Uma das atribuições ao termo “laranja”, aquilo que não é o que parece ser, vem de um carnaval longínquo, onde era proibido beber em público. Para driblar a lei cretina os foliões abriam uma tampa, extraiam o sumo e preenchiam a fruta com uma pinga qualquer, que chupada livremente vertia o combustível para a brincadeira.

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments