Facebook YouTube Contato
Home Posts tagged "Paulo Vanzolini"
formats

Fico por aqui. Em casa

Desde ontem, ou antes, pensando no que fazer ante o novo protocolo paulista e paulistano, que permite a abertura dos bares, decidi que não vou. Mas não vou sob protesto. Devoto da Democracia, sinto um pesar profundo em notar que não posso confiar no prefeito nem no governador. Tenho história pessoal com Bruno e João,

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Samba-crônica da (minha) quarentena

Longe de casa eu choro e não quero nada. Como é que pode? Trancado em casa e com saudades de casa? Pois longe do chão ninguém quer e não pode nada. Assim estou, quiçá você também, freguesa. Sinto falta de São Paulo, de escutar na madrugada, uns bordões e violões, e uma flauta a chorar

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Eu choro

Paulistano, emocionado amanheço sempre que garoa. Notadamente em véspera de feriado. Dia da República. 130 anos. Ou trinta da primeira eleição direta para presidente depois de 21 anos de ditadura militar. Pois é. Elegemos o Collor naquele então. E depois de tanto tempo, isso que aí está. Velho, cansado, minha ideia para hoje era um

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Orégano no Minhocão

Crônica publicada no projeto Esquina Encontros Sobre Cidades do Estadão Bruno Covas usa uma imagem divertida para dizer como as ciclovias municipais entraram em São Paulo: espalhadas como orégano em pizza. No caso, trata-se de uma crítica-chiste para provocar Fernando Haddad. Mas pode muito bem ser recebida como elogio: basta gostar da combinação orégano, queijo,

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

A moda no Rio é ir a praia à noite

Minha expectativa na adolescência era de viver muito “na noite”. Desde os verdes anos fui um tipo noturno. Dormia tarde e acordava cedo, relativamente falando. Apresentado ao entendimento vulgar de “noite”, isto é, “noitada”, “balada”, “nite”, gostei e aderi por um bom período. Curiosamente até o adjetivo boêmio foi associado a notívago – o que

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Resgate cultural na primeira safra da farinatta

Temos que ser justos com o prefeito de São Paulo. Além de trabalhar tanto (chegou da Itália no domingo, terça estava em Brasília, hoje passou o dia em Goiânia e amanhã vai para um evento do LIDE no Paraguai) ele ainda consegue a proeza de fazer um resgate cultural relevante. Recentemente propôs vender no mercado

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

De mtb@god.eden para antonio@marizdeoliveira.adv

De mtb@god.eden para antonio@marizdeoliveira.adv Meu caro Mariz, Há quase três anos vim viver ao lado do Criador. Não foi fácil. Além das dificuldades que nós criminalistas enfrentamos para conseguir o visto, o apelido que vocês me botaram aí na Terra causou mal estar e agravou minha condição. God, o genuíno, não gosta de rivalidade. Porém

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

O grande encontro

O Grande Encontro é o nome de uma coleção que juntou os melhores da música popular brasileira. Pegavam umas coisas do Caymmi aqui, outras do Tom acolá, e botavam para conversar num mesmo álbum. São conversas deliciosos que aconteceram na cabeça de algum produtor (alguém me ajuda?) e a Sony BMG lançou. Mas o grande

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

Jesus Cristo sem o Pai

A imagem é do Paulo Vanzolini, biólogo e compositor paulistano, autor das célebres Ronda e Volta por cima, e também do Samba Abstrato, onde está a cena definitiva: Jesus Cristo sem o Pai. É a mais total solidão. Sozinho no deserto, jejuando por quarenta dias, e só o diabo aparece para ofertar companhia e promover

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments 
formats

O seu, o meu, o nosso Sistema Cantareira

Entre as melhores colunas publicadas pelos nossos jornais sem dúvida está a do Fernando Reinach, um biólogo boa praça, de texto coloquial, que explica em prosa humanística as coisas complicadas que só os cientistas alcançariam. É um Paulo Vanzolini da crônica que o Estadão entrega aos seus leitores.  O sábado 22 de março foi o

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
Comentários desativados  comments